Como cuidar de orquídeas compradas no mercado?

O papo de hoje é com os ‘pais de planta’! Quem aí quer aprender a cuidar de orquídeas compradas no mercado? 

Anúncios


Quem está começando a se interessar pelo mundo das plantas já sabe: qualquer momento é uma boa hora para comprar uma planta nova!

A pessoa que está nessa fase quase sempre volta para casa com uma plantinha nova. 

Até uma ida ao mercado pode ser uma chance de aumentar ainda mais o time das plantas.

Afinal, quem resiste a uma linda orquídea, né? Mas acontece que a parte de comprar é a mais fácil. 

Depois disso, você terá que cuidar da sua nova flor. E será que você sabe cuidar de orquídeas compradas no mercado?

Anúncios


Esse é o tema principal do texto de hoje!

Aqui você vai ficar por dentro de tudo que envolve essa flor tão linda. E, além disso, vamos te dar dicas para você manter a sua orquídea sempre linda e perfeita! 

Como cuidar de orquídeas compradas no mercado?

Cada vez mais comum em diversas redes de supermercado em todo o país, é bem fácil encontrar um setor voltado especialmente para a área de jardinagem.

É nesse local que você encontra plantas – como aqueles cactos e suculentas pequenininhos – flores, e até mesmo utensílios para cuidar melhor das suas plantas.

E é exatamente nesse setor que ficam elas, as grandes estrelas do texto de hoje: as orquídeas.

A verdade é que é bem difícil para qualquer pessoa que tem o mínimo de afinidade com plantas resistir a uma bela orquídea. 

Anúncios


E o resultado é que, se você não tiver a força de vontade necessária para resistir, toda vez que você for ao supermercado, tem grandes chances de ficar com vontade de comprar uma orquídea nova.

Mas afinal, como cuidar de orquídeas que foram compradas no mercado? A seguir, você encontrará dicas que vão te ajudar nessa tarefa!

Assim que possível, remova a sua embalagem plástica

Chegou em casa com a sua orquídea nova? O primeiro passo deve ser retirar o plástico que faz parte da embalagem da flor.

Por mais que esse tipo de material seja bonito e ajude a deixar a sua orquídea ainda mais bonita, ele pode ser bem prejudicial para a saúde da sua flor.

Apesar da sua aparência inofensiva, a embalagem – que na grande maioria das vezes é feita de plástico – pode fazer com que a circulação de ar.

Isso pode fazer com que o substrato e as raízes da sua orquídea acabem esquentando. 

Além disso, esse tipo de situação contribui e facilita a criação do ambiente perfeito para a proliferação de mofo e fungos na sua flor.

Portanto, a regra é clara: chegou com a orquídea em casa, tire ela da embalagem. E a mesma coisa vale para quem ganha uma orquídea de presente.

Pense onde você pensa em colocar a sua orquídea

Depois que a sua nova orquídea está devidamente desembalada, uma questão muito importante é onde você colocá-la e de qual ambiente da sua casa ela fará parte.

Geralmente ela vai para um ambiente interno, deixando qualquer cômodo ainda mais bonito. Mas é necessário pensar bem em qual local da sua casa ela fará parte.

Isso porque fatores externos podem oferecer perigos para o desenvolvimento da sua orquídea. 

E é quanto a isso que você deve ter cuidado na hora de escolher o local onde ela vai ficar.

Cuidados em relação a luminosidade 

Falando em ameaças externas, outro ponto que se deve ter bastante atenção e cuidado na hora de integrar uma nova orquídea ao seu lar é em relação a luminosidade.

Apesar de ser uma já conhecida pelas pessoas que possuem orquídeas a mais tempo, isso pode ser algo que vai pegar os ‘pais de planta’ de primeira viagem de surpresa.

O ideal é que a sua orquídea seja colocada perto de uma janela, varanda ou algo do tipo. Também é importante ressaltar que é necessário ter atenção em relação ao período em que a flor terá contato com a luz natural.

O ideal é que ela tenha contato com a luz natural da parte da manhã ou do final da tarde. 

Não é indicado que a orquídea receba a luz natural do sol quando os raios solares estão mais intensos – geralmente entre 10h e 16h.

As orquídeas se dão bem com luzes menos intensas. E o período da manhã e do final da tarde oferecem esse tipo de iluminação.

Trocar ou não trocar a orquídea de vaso?

Agora chegou a hora de entrarmos em uma pequena polêmica envolvendo as orquídeas e os seus admiradores. a troca de vaso.

Enquanto alguns donos dessa espécie de flor defendem que, para cuidar de orquídeas compradas no mercado é necessário trocar de vaso na primeira oportunidade, outros possuem uma opinião contrária sobre o tema.

Esse outro lado da polêmica defende que a orquídea deve ficar no vaso original até o instante em que o substrato do vaso seja benéfico para ela.

Se o substrato original da planta está saudável, eles não veem necessidade de realizar essa troca.

Até porque, segundo eles, o processo de troca de vaso não é tão simples quanto parece. Ele mexe com a rotina da flor, e ela precisa passar por um período de tempo até se “recuperar” dessa alteração.

Saiba regar a sua orquídea 

E por último, mas não menos importante: entenda o processo de regar a sua orquídea. No clima do nosso país, a maioria das orquídeas precisam ser regadas uma vez a cada dois dias em média.

Mas é necessário aprender a observar e entender as necessidades dela. Para isso, observe a terra. Caso ela – e as raízes – estejam com aspecto seco, tá na hora de regar. Caso contrário, espere a terra secar um pouco mais antes de regar novamente.

Conclusão 

Viu só como não tem tanto segredo na hora de cuidar de orquídeas compradas no mercado?

O mais importante é saber dar a atenção que elas precisam e oferecer as condições necessárias para que ela possa viver bem e por mais tempo!

Depois de saber mais sobre essas dicas, tenho certeza que na próxima vez que você for ao mercado, vai querer voltar com uma orquídea!

Gostou desse conteúdo? Então acho que você também vai gostar de ler Como cuidar do jardim no outono?

Escrito por Ivan

Anúncios