O empréstimo consignado para BPC foi finalmente liberado

Uma notícia divulgada essa semana vem mexendo com a população: o empréstimo consignado para BPC foi liberado.

Anúncios


Apesar de ser uma notícia que atraiu a atenção de muita gente, ao mesmo tempo começaram a surgir algumas dúvidas.

E esses questionamentos vão desde o que é BPC até como é o funcionamento dessa modalidade de empréstimo.

E foi pensando nessas dúvidas que a gente decidiu criar o conteúdo de hoje. 

Aqui, você vai ficar por dentro de tudo sobre essa notícia e entender melhor como esse tipo de empréstimo recém liberado irá funcionar.

O que é BPC?

BPC é uma sigla para Benefício de Prestação Continuada. 

Anúncios


Esse benefício, que é previsto na Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) – é voltado especialmente para pessoas que estão realmente passando por situação de vulnerabilidade social. 

Essa vulnerabilidade – que pode ser devido a sua renda mensal ou alguma deficiência – garante que o beneficiário consiga receber mensalmente o valor de um salário mínimo enquanto o BPC estiver ativo.

Mas esse tipo de benefício também possui suas próprias particularidades. Uma delas é que, para ter direito ao benefício, não é necessário ter contribuído para o INSS. 

Isso faz com que o benefício seja diferente da aposentadoria, por exemplo, que exige um tempo determinado de contribuição para que o benefício possa ser acessado.

Outra diferença é que, ao contrário de outros benefícios que os cidadãos brasileiros podem ter acesso, o BPC não paga nenhum tipo de valor extra, como décimo terceiro salário ou pensão de morte, por exemplo. 

Quem pode ter direito ao BPC?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o BPC, chegou a hora de saber mais sobre quem tem direito a esse benefício.

Anúncios


Atualmente, para que o cidadão possa ter direito ao BPC, é preciso:

– Ser uma pessoa idosa, com 65 anos de idade ou mais, ou ser uma pessoa com deficiência, de qualquer idade;

– É necessário ser brasileiro (nato ou naturalizado) ou de nacionalidade portuguesa. Nessa segunda opção, é necessário comprovar a sua residência aqui no país;

– A renda por pessoa pertencente ao grupo familiar seja igual ou menor que ¼ do salário mínimo. Ou seja, cerca de R$ 300,00 por pessoa, se usarmos como base o salário mínimo que está em vigência no momento;

– Também é obrigatório que todos os integrantes do grupo familiar do solicitante estejam devidamente inscritos no Cadastro Único antes que ocorra a solicitação do benefício.

Além desses itens já mencionados aqui, outros dois pontos que merecem a nossa atenção são os seguintes:

– Em caso de pessoas com deficiências, é necessário que o cidadão passe por uma avaliação médica e social realizada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Essa é uma das etapas mais importantes para a solicitação do benefício.

– E também é importante ressaltar que o Benefício de Prestação Continuada é exclusivo para pessoas que não exercem nenhum tipo de atividade remunerada.

Caso essa regra seja descumprida e seja identificada alguma dessas atividades, o benefício poderá ser suspenso.

O que é empréstimo consignado?

Por mais que esteja no mercado a bastante tempo, com tantas opções quando o assunto é empréstimo, o consignado pode acabar se confundindo com as outras modalidades.

O empréstimo consignado é um modelo de crédito que, quando o cliente pega a quantia em dinheiro solicitada com a instituição financeira, o pagamento do valor das parcelas são debitadas automaticamente na sua folha de pagamento do salário.

Esse tipo de linha de crédito acaba sendo uma ótima alternativa para quem está precisando de dinheiro. 

Alguns dos atrativos que o empréstimo consignado são as parcelas fixas e, de maneira geral, menores do que outras opções presentes no mercado.

Mas, apesar da vantagem de ser um empréstimo que possui juros mais baixos que outros tipos, o empréstimo consignado tem suas restrições.

Esse tipo de crédito é exclusivo para aposentados, pensionistas do INSS e funcionários públicos.

Isso faz com que, apesar das vantagens, o empréstimo consignado não seja uma opção disponível para a maioria dos brasileiros.

Saiba mais sobre o empréstimo consignado para BPC que foi liberado

Agora que você já sabe mais sobre o que é o BPC e como funciona o empréstimo consignado, chegou a hora de falarmos um pouco mais sobre essa notícia.

A medida, que foi anunciada na última semana e publicada no Diário Oficial da União (DOU), permite que os beneficiários de projetos como BPC e Auxílio Brasil a realizarem empréstimos consignados.

Segundo o governo federal, mais de 52 milhões de pessoas – como aposentados e pensionistas do INSS, por exemplo – poderão se beneficiar dessa notícia.

E, ainda segundo o governo federal, a estimativa do programa é oferecer aproximadamente 77 bilhões de reais em empréstimos, o que deve ajudar a movimentar a economia do país. 

E a dinâmica do empréstimo consignado para BPC será como os empréstimos consignados que já conhecemos.

O cidadão pode solicitar o empréstimo e, caso ele seja aprovado, o beneficiário terá as parcelas referente ao empréstimo debitadas diretamente do seu benefício.

Informações referentes aos valores oferecidos ainda não foram reveladas.

Como conseguir o BPC?

Para se cadastrar no BPC e tentar ser um beneficiário do programa, existem alguns caminhos que o usuário pode seguir.

É possível realizar o requerimento pelo aplicativo Meu INSS – que está disponível para celulares com os sistemas operacionais Android e iOS. 

Outras opções disponíveis são: ligando gratuitamente para o 135 ou indo diretamente até uma das Agências de Previdência Social (APS) da sua cidade.

E para quem quer tirar suas dúvidas sobre o BPC pessoalmente, é só procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade e se informar.

Mas atenção: independente da opção de cadastro escolhida por você, é necessário estar inscrito no Cadastro Único. Só após esse cadastro é que você poderá realizar o seu requerimento. 

Após a sua solicitação, é possível consultar o status do seu pedido – se foi liberado ou negado – utilizando o aplicativo Meu INSS, pelo site, ou ligando para o número 135. 

Em casos onde o requerimento é aprovado, o INSS também envia uma carta à pessoa informando sobre o resultado e em qual agência bancária ela irá receber o BPC. 

Gostou desse conteúdo? Então aproveite e leia também Abono Salarial 2022: saiba tudo sobre o benefício

Escrito por Ivan

Anúncios