A dívida a mais de 5 anos e as verdades que você precisa saber

Quem aí tá tendo que lidar com as dívidas? Vem explorar junto com a gente um dos aspectos que mais intrigam os brasileiros: a dívida a mais de 5 anos.

Anúncios


As dívidas podem tirar o sono de qualquer um. Se você é uma dessas pessoas, saiba que você está longe de ser o único que está perdendo o sono por causa das dívidas.

Pesquisas recentes apontaram que quase 78% da população brasileira se considera endividada

E quando o assunto é dívidas e a negativação do seu nome, é impossível fugir de uma das maiores ‘lendas urbanas’ que se criou em torno desse tema: a dívida a mais de 5 anos e o que acontece com elas após esse período.

Para esclarecer esse tema e deixar todos os nossos leitores informados sobre o que envolve essa prática, nós tivemos a ideia de criar esse material!

No conteúdo de hoje, você vai entender um pouco mais sobre o que faz parte da dívida a mais de 5 anos e as principais verdades que você precisa saber sobre o tema.

A dívida a mais de 5 anos e as verdades que você precisa saber

Anúncios


Uma das principais dúvidas que as pessoas que estão com o nome negativado é em torno do que acontece com uma dívida que está ativa a mais de 5 anos.

Aliás, não precisa nem ser negativado para já ter ouvido a velha história de que essas dívidas possuem um determinado prazo de validade e que elas deixam de existir.

Enquanto a grande maioria das pessoas acreditam que essa dívida “caduca” com o passar do tempo e acabam deixando de existir, outras acham que a dívida segue lá, firme e forte, “sujando” o nome dos inadimplentes de plantão.

Mas afinal: o que acontece com uma dívida a mais de 5 anos?

Diferente do que a grande maioria dos consumidores pensa, essa história de dívida que “caduca” é mais uma das famosas fake news que começam a surgir com o passar do tempo e vão ganhando cada vez mais força entre o público.

Inclusive essa afirmação não só não procede como também a dívida – ou as dívidas – em questão podem sim ser cobradas após esse período.

Anúncios


O que gerou toda essa confusão é que depois de 5 anos o credor retira o nome do devedor da sua lista de cobrança.

Isso é o que acaba dando a impressão de que o débito já ficou no passado e não existe mais.

Mas o que acontece é que o seu nome pode até sair da temida lista da negativação, mas a sua dívida provavelmente segue lá, aguardando a sua quitação. 

Isso acontece justamente porque essa dívida representa uma parte do acordo que foi feito entre o credor e o devedor. E como esse acordo não foi devidamente cumprido, a dívida ainda permanece “assombrando” o consumidor em questão.

O que acontece após uma dívida que existe a mais de 5 anos faz “aniversário”?

A partir do momento que a dívida completa o período de 5 anos, o consumidor não pode mais ter o seu nome negativado por causa dela. Mas a cobrança ainda pode ser feita.

Mesmo que a dívida tenha caducado, as cobranças informais ainda podem sim ser realizadas. Ou seja, você ainda poderá receber ligações, cartas e outras formas de comunicação solicitando o pagamento desse débito.

O que é melhor: esperar a dívida completar 5 anos ou quitá-la?

Depois de saber mais sobre essa questão das dívidas, muita gente pode pensar que deixar a dívida pra lá e aguardar esse período passar é a melhor opção, mas não é bem assim que funciona.

Assim como qualquer outra dívida, esses débitos – sejam de cartão de crédito ou bancos – possuem juros que podem deixar qualquer consumidor de cabelo em pé!

E caso eles não sejam controlados o mais rápido possível, esses débitos têm o incrível – e destrutivo – potencial de se tornar uma baita bola de neve.

E isso bagunça qualquer tipo de planejamento financeiro que um consumidor possa ter.

Portanto, a dica é: não aguarde esse período passar. Quite as suas dívidas o mais rápido possível.

Como lidar com esse tipo de dívida?

A gente sabe que ter que lidar com essas dívidas comuns do dia a dia e ainda ter dinheiro para quitar esses débitos anteriores não é uma tarefa nada fácil. 

E os órgãos responsáveis pela regularização de crédito também entendem essa necessidade do consumidor. E é exatamente por isso que os eventos voltados para a quitação dessas dívidas foram criados.

Um evento que vem se tornando cada vez mais conhecido e é realizado para atender essa parcela da população é o Feirão Serasa Limpa Nome. 

Nele, a Serasa – a empresa que é referência de análise de crédito no país, reunindo dados enviados por lojas, bancos, instituições financeiras e afins – organiza mutirões especiais em diversas cidades do país.

E o intuito desses mutirões é auxiliar os consumidores a deixarem as suas dívidas para trás de uma vez por todas, quitar seus débitos e limpar seus nomes de maneira mais fácil.

Com o crescimento do número de consumidores endividados, esses eventos costumam atrair muitos interessados.

Afinal, essa é uma ótima oportunidade para quem está negativado e que solucionar sua vida financeira. 

E todo esse sucesso acontece por um motivo: na maioria dos casos, esses mutirões oferecem excelentes descontos e condições especiais para a quitação de dívidas antigas.

Isso acaba permitindo que o pagamento do débito se torne mais acessível para todos.

Conclusão

Como deu para perceber, ter o famoso “nome limpo” é algo que devemos dar a devida importância e atenção.

E apesar de grande parte dos brasileiros estar vivendo essa situação – como já mencionamos lá no começo do texto – é importante saber lidar com esse tipo de inadimplência.

Por isso, a dica é: tem alguma dívida do tipo que causou a negativação do seu nome?

Busque entrar em contato com as empresas e órgãos responsáveis para resolver a sua situação o mais rápido possível.

Dessa forma, além de evitar eventuais dores de cabeça por causa de dívidas antigas, você mantém o seu nome sempre limpo na praça.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite a oportunidade para ler também Qual o score bom para financiamento de moto?

Escrito por Ivan

Anúncios