A trufa negra e as principais curiosidades que você não sabia

Hoje o assunto é voltado para a gastronomia! Vem saber mais sobre o que é a trufa negra e ficar por dentro de algumas das principais curiosidades sobre essa iguaria.

Anúncios


Qual o seu primeiro pensamento quando lê ou escuta a palavra trufa? Assim como a grande maioria dos brasileiros, você deve associar automaticamente ao famoso doce feito de chocolate, que possui uma série de tipos de recheio e é vendido por todo o país, né?

Mas apesar do nome trufa ter se tornado um sinônimo dessa sobremesa tão popular aqui no Brasil, saiba que existe um outro prato bem diferente que também é conhecido pelo nome trufa. Elas são trufas negras.

E é sobre essas trufas negras que a gente vai falar no texto de hoje! Aqui, vamos explorar um pouco mais o que é essa iguaria da culinária mundial e entender as principais características e curiosidades desse ingrediente que é tão pouco conhecido.

O que é a trufa negra? Saiba mais sobre essa iguaria

trufa negra
A trufa negra e as principais curiosidades que você não sabia | Reprodução: Internet

Aposto que você deve estar curioso(a) sobre o que é esse ingrediente que tem o mesmo nome da nossa sobremesa tão querida mas é tão diferente, né? Então vamos lá!

A trufa negra que estamos falando hoje é, na verdade, como se fosse uma espécie de cogumelo subterrâneo. Conhecida por gostar de crescer junto de raízes de árvores, as trufas negras costumam gostar de árvores como carvalhos, cerejeiras e aveleiras.

Anúncios


Essa espécie é nativa do sul da Europa. Isso faz com que ela seja bem presente em países como França, Espanha e Itália, além de outros países aos arredores.

E não é à toa que esse produto possui uma aura tão inacessível, já que até mesmo na Europa – local onde as trufas negras são encontradas – essa iguaria não é das mais fáceis de encontrar.

Já aqui no Brasil essa dificuldade aumenta ainda mais. Para encontrar a trufa negra para adicionar na sua receita provavelmente você terá que procurar bastante em lojas especializadas.

E, quando encontrar, muito provavelmente você terá que tirar o escorpião do bolso e investir um bom dinheiro para levar as suas trufas negras para casa.

Isso porque a iguaria pode chegar a custar até R$ 30 mil o quilo!

Mas apesar de ser considerado um item luxuoso, não é difícil de encontrar pratos que combinam com as trufas negras.

Anúncios


Existem massas, risotos, aves, carnes, sopas, caldos e até mesmo pizzas com trufas negras.

Ou seja: se você se sentir inspirado a assumir o seu lado cozinheiro e quiser investir na trufa negra na próxima vez que for para a cozinha, saiba que você não vai precisar pensar muito nem investir altas quantias em dinheiro para montar o prato que será servido junto com a trufa negra.

Confira as principais curiosidades sobre a trufa negra que você não sabia

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a trufa negra, vem conhecer algumas das principais curiosidade sobre a iguaria.

A busca pela trufa negra perfeita

Como já mencionamos aqui no texto, uma das características mais marcantes da trufa negra é o seu cheiro bastante característico.

Mas apesar disso, nós só conseguimos senti-lo de verdade quando estamos bem próximos da iguaria em si.

Por isso, é bastante comum que os comerciantes responsáveis pela venda dessas trufas negras utilizem certos artifícios para descobrir onde elas estão. 

E para isso eles costumam recorrer a ajuda de animais. Afinal, como as trufas negras estão enterradas, esses animais conseguem farejar melhor e levar os comerciantes até o ponto certeiro onde tem essas iguarias.

Durante um longo período, os animais escolhidos para essa missão tão importante eram os porcos. Mas como esses animais são bem difíceis de adestrar, eles acabavam comendo a iguaria antes mesmo dos donos terem a oportunidade de colher o exemplar. E isso causava uma série de transtornos entre os comerciantes e os animais.

Isso fez com que o próximo animal escolhido para auxiliar os comerciantes nessa missão fossem os cachorros, já que eles são bem mais fáceis de treinar e obedecer comandos.

O cultivo das trufas negras

Depois de descobrir que as trufas negras possuem um preço bastante elevado, aposto que você deve estar pensando em maneiras de cultivar essa iguaria em casa para vender e ganhar um dinheirinho, né?

Pois trate de tirar o seu cavalinho da chuva. Além das condições climáticas daqui não colaborarem com o desenvolvimento dessa iguaria, até hoje não é possível criar um ambiente voltado para o cultivo das trufas negras.

Todos os exemplares encontrados na alta gastronomia e nos restaurantes ao redor do mundo são resultado de cum cultivo selvagem. Ou seja: é um trabalho 100% da natureza e sem a intervenção do ser humano – pelo menos até a hora em que elas são colhidas.

Além disso, essas trufas negras são itens bastante raros, o que torna o seu preço tão salgado.

A trufa negra e a trufa de chocolate

Apesar de ser meio impossível bater o martelo e dizer com certeza, é bem provável que esses dois alimentos não tenham recebido o mesmo nome por coincidência.

Apesar das diferenças, em alguns pontos, podemos enxergar certas semelhanças entre os dois alimentos.

A trufa negra é um alimento de formato indefinido e que, por ser encontrada de forma subterrânea, está sempre suja de terra.

Já a trufa de chocolate também possui um formato indefinido e pode até não ser suja de terra, mas é coberta de cacau, um alimento que tem uma cor semelhante à terra em si.

Por isso, não é difícil fazer a conexão e imaginar que os criadores da trufa de chocolate usaram a trufa negra como inspiração.

Conclusão

E aí? Já conhecia a trufa negra e essas informações sobre essa iguaria?

Segundo as pessoas que já provaram essa especiaria, o ingrediente dá um toque extra de sabor em qualquer prato. 

Mas mesmo com esse sabor, um prato com trufa negra entre os seus ingredientes é algo bastante inacessível. De qualquer forma, essa parece ser uma daquelas experiências gastronômicas que todo mundo deveria ter pelo menos uma vez na vida!

Gostou do conteúdo que preparamos para você hoje? Então aproveite a oportunidade para ler também Comidas exóticas no mundo: conheça 7 receitas. Quer um pedaço?

Escrito por Ivan

Anúncios