Sinais de que sua vida financeira pede socorro

Sinais de que sua vida financeira pede socorro: leia nosso artigo e fique atento a estes sinais!

Imagem: Karolina do Pexels

Manter a saúde mental e física não é fácil, decerto, é necessário adotar várias práticas para que tudo ocorra bem em ambas as partes.

Todavia, na área financeira também não é diferente.

Para que tudo flua bem, é importante abandonar alguns hábitos e adotar outros.

Mas antes de resolver o problema é preciso identificar as causas.

Portanto, continue lendo esse artigo, pois nele, você conhecerá alguns sinais de que sua vida financeira pede socorro.

Acompanhe!

Como não ter o controle sobre seu dinheiro pode afetar sua saúde mental?

Não ter o controle das nossas finanças pode nos trazer muitos prejuízos. Aliás, eles podem ser sentidos em todas as áreas da nossa vida.

A saúde mental é uma delas. Decerto, não tem como estar bem mental e emocionalmente com dívidas acumuladas, ou sem dinheiro para suprir ao menos nossas necessidades básicas.

Situações como essa nos estressam, deprimem, entristecem e nos deixam ansiosos.

Logo, nossa saúde mental é diretamente afetada.

Além disso, quando não temos controle sobre o dinheiro é ele que nos controla.

Sendo assim, nunca conseguiremos dominá-lo ou tê-lo.

Por esse e muitos outros motivos,é importante ter o controle sobre nossas finanças.

Veja abaixo os sinais de que sua vida financeira pede socorro, assim, você saberá exatamente a hora de mudar.

1)Sinais de que sua vida financeira pede socorro: limite do cartão de crédito estourado

Decerto, o cartão de crédito pode ser um ótimo aliado nas nossas finanças.

Hoje em dia, é possível até ganhar dinheiro extra com ele.

No entanto, se você não usar o seu cartão de crédito corretamente ele pode se tornar  um grande vilão.

Aliás, se você não tem controle dos gastos com seu cartão de crédito e está sempre com o limite ultrapassado, saiba que sua vida financeira está pedindo socorro.

Se você não parar e assumir o controle, logo essa dívida virará uma bola de neve difícil de segurar.

Portanto, faça o possível para não usá-lo até que tenha livre no mínimo 40% por cento do saldo de crédito do seu cartão.

2) Corre o risco ou já está inadimplente

O primeiro sinal de que nossa saúde financeira não está bem é o acúmulo de dívidas, até mesmo com gastos simples do dia a dia.

Em consequência disso,  acabamos não conseguindo cumprir com nossas obrigações e ficamos inadimplentes.

Esse  também é um sinal de que precisamos de ajuda para organizar a nossa vida financeira.

Falando nisso, se estiver precisando negociar suas dívidas com descontos, leia nosso artigo sobre o Acordo Certo.

3) Sinais de que sua vida financeira pede socorro: seu dinheiro não dura o mês

Outro sinal de que sua vida financeira pede socorro, é que além de seu salário não durar o mês todo, ainda falta dinheiro para pagar todas as dívidas.

Além disso, você tem que ficar fazendo sorteio de dívidas? Por exemplo, escolhendo as mais urgentes para pagar?

Sinto informar, mas a sua saúde financeira não anda bem, e isso é evidente!

Bom, agora é a hora de você avaliar o porquê dessa situação e tentar encontrar uma solução.

Sabemos como as coisas estão difíceis em nosso país, e talvez, você esteja nessa situação realmente por que não tem de onde tirar seu sustento.

Sendo assim, eu desejo que você saia logo dessa situação e não desanime, pois, dias melhores virão, acredite!

Contudo, assim que as coisas melhorarem, não se esqueça de organizar sua vida financeira, combinado?

Veja abaixo mais alguns evidências que sua saúde financeira não anda nada bem:

  • Faz negociações para quitar as dívidas, mas acaba interrompendo;
  • Usa sempre o cheque especial;
  • Não tem fundo de emergência;
  • Teve que se desfazer de algum bem quitado para cobrir dívidas;
  • Está sempre pagando dívidas com atraso.

Então, agora que você já viu alguns dos principais sinais de que sua vida financeira pede socorro, que tal começar a mudar alguns hábitos de consumo e a economizar?

Não dispense a ajuda de um profissional, se por acaso, julgar necessário.


Escrito por Nara